Arquivo da categoria INGT

PorINGT

Documentário “CHÔ

M_EIA, Instituto Universitário de Arte, Tecnologia Cabo Verde e o Centro Integrado de Formación Professional César Manrique, Canárias, têm a honra de vos convidar para a estreia do documentário “CHÔ, realizado no âmbito do projeto AZIMUTE.

PARTICIPE!

PorINGT

Apresentação pública dos Planos de Ordenamento Turístico – POT’s de Morrinho Branco, Ponta Serena e Santa Maria Oeste

Realiza-se nesta quinta-feira, dia 10 de outubro, pelas 9 horas, na Câmara Municipal do Sal, a apresentação pública dos Planos de Ordenamento Turístico – POT’s de Morrinho Branco, Ponta Serena e Santa Maria Oeste. O INGT endereça este convite a todos os salenses para que se sintam convidados a assistir.

Para mais informações, conheça o plano no link:
https://www.potsal.com/

PARTICIPE!

PorINGT

Operação do Cadastro Predial Cidade do Mindelo

A Operação do Cadastro Predial Cidade do Mindelo, informa aos proprietários de casas, terrenos e ou quaisquer tipos de propriedades que a partir de 23 de setembro de 2019, vai ser dado início à aquisição Cadastral na Cidade do Mindelo, mais concretamente no Bairro de Ribeira de Julião, que posteriormente se estenderá aos outros Bairros da Cidade.
Documentos necessários:
BI ou Passaporte;
NIF;
Certidão Matricial;
Certidão Predial;
Planta de Localizacão;
Escrituras relevantes (compra e venda, doação, permuta, partilha, justificação notarial ou título de arrematação em hasta pública, sentenças relevantes).
Caso não disponham da documentação que prove a titularidade do seu direito, podem aconselhar-se junto do gabinete de apoio, no 1º andar do edifício do Mercado Municipal do Mindelo, ou através dos Tels: 3333233/ 4310025, ou email: info.saovicente@ingt.gov.cv.

 

Participe na Operação do Cadastro Predial e proteja os seus direitos.

PorINGT

Plano de Ordenamento Turístico da Zona de Desenvolvimento Turístico Integral de Praia Grande

As peças obrigatórias dos referidos planos estão expostas nas instalações do INGT.

Seguem anexo os arquivos para consulta:

REGULAMENTO POT PRAIA GRANDE_

DT-02_Planta de condicionantes_Praia Grande

OT-1_Planta de Ordenamento Turistico_Praia Grande

Através do link:

https://gesplangis.es/arcgis/apps/sites/?fromEdit=true#/innovacionterritorial/pages/cabo-verde—sao-vicente, terá acesso a um visualizador, que permite a consulta e envio de comentários para o email ingt@ingt.gov.cv, ou ainda, a partir do seu telemóvel, ou tablet através do qr code: Informação pública_Pot São Vicente.

Igualmente, segue o link do vídeo tutorial para explicação:

https://www.dropbox.com/s/viginfcy3d6fwhd/Portal%20de%20Innovaci%C3%B3n%20-%20Cabo%20Verde%20-%20Sao%20Vicente%20-%20Google%20Chrome%202019-08-29%2017-10-10.mp4?dl=0

PARTICIPE

PorINGT

Plano de Ordenamento Turístico da Zona de Desenvolvimento Turístico Integral de Sul de Baía das Gatas

As peças obrigatórias dos referidos planos estão expostas nas instalações do INGT.

Seguem anexo os arquivos para consulta:

REGULAMENTO_POT_BAIA_DAS_GATAS_C

OT-1_Planta de Ordenamento Turistico_Sul Baía das Gatas

DT-02_Planta de condicionantes_Sul Baía das Gatas

Através do link:

https://gesplangis.es/arcgis/apps/sites/?fromEdit=true#/innovacionterritorial/pages/cabo-verde—sao-vicente, terá acesso a um visualizador, que permite a consulta e envio de comentários para o email ingt@ingt.gov.cv, ou ainda, a partir do seu telemóvel, ou tablet através do qr code: Informação pública_Pot São Vicente.

Igualmente, segue o link do vídeo tutorial para explicação:

https://www.dropbox.com/s/viginfcy3d6fwhd/Portal%20de%20Innovaci%C3%B3n%20-%20Cabo%20Verde%20-%20Sao%20Vicente%20-%20Google%20Chrome%202019-08-29%2017-10-10.mp4?dl=0

PARTICIPE

PorINGT

Plano de Ordenamento Turístico da Zona de Desenvolvimento Turístico Integral de São Pedro

As peças obrigatórias dos referidos planos estão expostas nas instalações do INGT.

Seguem anexo os arquivos para consulta:

REGULAMENTO POT SÃO PEDRO_C

OT-1_Planta de Ordenamento Turistico_São Pedro

Através do link:

https://gesplangis.es/arcgis/apps/sites/?fromEdit=true#/innovacionterritorial/pages/cabo-verde—sao-vicente, terá acesso a um visualizador, que permite a consulta e envio de comentários para o email ingt@ingt.gov.cv, ou ainda, a partir do seu telemóvel, ou tablet através do qr code: Informação pública_Pot São Vicente.

Igualmente, segue o link do vídeo tutorial para explicação:

https://www.dropbox.com/s/viginfcy3d6fwhd/Portal%20de%20Innovaci%C3%B3n%20-%20Cabo%20Verde%20-%20Sao%20Vicente%20-%20Google%20Chrome%202019-08-29%2017-10-10.mp4?dl=0

PARTICIPE

 

PorINGT

Manual de Operações

O presente Manual (V5.0) é uma versão revista do Manual de Operações para operações de execução do cadastro predial(V4.0), que foi e continuará a ser o manual de referência para a Operação do Sal, enquanto o Manual revisto (V5.0) será a referência para as operações do Maio, Boavista e São Vicente, e subsequentemente para as demais operações de execução do Cadastro Predial realizadas em Cabo Verde.

Para mais informações, acesse o arquivo:

MCA LAND Manual de Operações v6.0

PorINGT

Operação de Execução do Cadastro Predial no Município de São Vicente, recolha de dados para a Clarificação dos Limites e Direitos

O Instituto Nacional de Gestão do Território, por competência delegada do Governo, torna pública a decisão de execução da operação do cadastro predial para o centro da Cidade de Mindelo em São Vicente, que vai decorrer entre Setembro de 2019 a Dezembro de 2020 com o apoio financeiro do Governo de Cabo Verde e em parceria com a Câmara Municipal de São Vicente.

Para mais informações, acesse o arquivo: EditalSV 1

PorINGT

“Redução do Impacto de Infraestruturas sobre Ecosistemas Costeiros na África Ocidental (Cabo Verde, Senegal, Guiné, Guiné-Bissau, e Mauritânia): Ferramentas e Reforço das Capacidades”

O Instituto Nacional de Gestão do Território, no âmbito do Financiamento da Fundação MAVA, através dos parceiros Regionais Wetlands Internacional (WIA) e Parceria Regional para Conservação da Zona Costeira e Marinha da Africa Ocidental (PRCM) para a implementação do projeto “Redução do Impacto de Infraestruturas sobre Ecosistemas Costeiros na África Ocidental (Cabo Verde, Senegal, Guiné, Guiné-Bissau, e Mauritânia): Ferramentas e Reforço das Capacidades”,  encontra-se neste momento a executar o “Projeto Redução dos Impactos das Infraestruturas nas Zonas Costeiras em Cabo Verde”.

Em Cabo Verde, no âmbito deste projeto, a ilha da Boavista será alvo de elaboração do Plano de Ordenamento da Orla Costeira e do Mar, com envolvimento de várias instituições e sociedade civil.

O Projeto conta com os seguintes parceiros: Câmara Municipal de Boa Vista, Direção Nacional do Ambiente (DNA), Direção Nacional da Economia Marítima (DNEM), Instituto Marítimo Portuário (IMP), Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBM) e Associação para Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD).

A área costeira da África Ocidental é o lar de vários ecossistemas originais (mangais, ervas marinhas, estuários, etc.) e muitas espécies de flora e fauna silvestres. Esses recursos apoiam e fornecem muitos serviços ecológicos, geralmente considerados bens comuns como vitais para a humanidade. No entanto, a zona costeira da África Ocidental enfrenta mudanças significativas, que se traduzem em particular através do desenvolvimento de infraestruturas de turismo, urbanas, hidroagrícolas, petrolíferas e de transporte. Este processo é acompanhado pela degradação dos ecossistemas da zona costeira da África Ocidental, particularmente nos locais de nidificação de tartarugas marinhas, dos locais de mangasais e regressão de tapetes de ervas marinhas, bem como perda de biodiversidade.  O Projeto vem dar resposta a importantes medidas assumidas no Programa da IX  Legislatura do Governo de Cabo Verde, no âmbito do planeamento, da gestão das zonas costeiras, do Ordenamento do Território, da sustentabilidade e valorização  da Ilhas e dos recursos endógenos, da prevenção, etc.

Principais objetivos do Projeto PRISE:

  • Desenvolver um planeamento adequado e os instrumentos de gestão integrada para as zonas costeiras que incluam ações essenciais para a proteção das áreas de interesse biológico, sensíveis e vulneráveis à implementação de infraestruturas costeiras;
  • Implementar ferramentas de monitoramento e avaliação, baseadas em conhecimento científico;
  • Sensibilizar os decisores a fortalecer o quadro jurídico e legislativo, para reduzir o impacto de infraestruturas nas zonas costeiras;
  • Reforçar a capacitação técnica das instituições responsáveis pela gestão, monitoramento e controle das zonas costeiras.

Segue em anexo o lançamento da Consultoria e o Concurso no âmbito do projeto MAVA:

TDRs activité 1 2 3 PRISE 1_Inventaires des infrastructures_CAP-VERT(Portuguese)